NES ARCHIVE ONDE O NES AINDA VIVE Versão 4

Transformers: Convoy No Nazo Por NIGHTMARE

Transformers: Convoy No Nazo(Ampliar)

Ficha Técnica

Título: Transformers: Convoy No Nazo
Ano de lançamento: 1986
Console: Famicom
Fabricante: ISCO/Takara
Gênero: Plataforma
Análise por: NIGHTMARE

Sobre o Game

Raramente eu comento sobre jogos antigos. Mas já que estou aproveitando a minha pequena onda de Transformers, resolvi fazer uma resenha deste Mystery of Convoy.

Há um bom tempo atrás, na Santa Efigênia, lá por 2004, eu estava garimpando as banquinhas quando me deparo com esse Transformers. Claro que fiquei surpreso, pois eu não fazia a menor idéia que esse jogo havia sido lançado para o dito cujo. Não pensei 2 vezes e comprei por 20 pratas. É lógico que não via a hora para chegar em casa e começar a destrinchar o jogo de cabo a rabo. É claro que isso me trouxe boas lembraças quando todo domingo, na hora do almoço, eu assistia os Transformers.

Muito bem, assim que cheguei em casa, montei meu Dynavision 4, liguei o jogo e apertei Start. Meu amigo, se arrependimento matasse….

Produzido pela ISCO e publicado pela Takara, o jogo foi lançado em 5 de Dezembro de 1986 exclusivamente para o Famicom, ou NES se preferirem. Depois foi relançado para o WII através do programa Virtual Console em 2008.

Pelo que pude entender, ou presumir, Ultra Magnus recebeu a Matrix e deve deter Megatron antes que ele destrua a Terra ( pode ser Cybertron, quem sabe ).

Já que temos, mais ou menos, a estória, vamos aos outros pontos técnicos.

GRÁFICOS, FASES e JOGABILIDADE:

São simples mas como estamos falando de um jogo de 1986, terei que dar um desconto.

Não espere gráficos com a qualidade de um Mega Man ou do Ninja Gaiden que você quebrará a cara.

Posso dizer que os gráficos são simples mas funcionais. É a conclusão mais justa em que posso chegar.

As fases são no velho esquema que todos conhecem: O jogador avança a tela da esquerda para direita fazendo o possível para sobreviver. Mas a partir do 2º estágio o cara responsável pelo design dos estágios e dos inimigos ( que já não era grande coisa ), resolveu tirar umas férias e não deixou um substituto. O resultado, é que os inimigos aparecem quase que a esmo. O pior é que se o jogador tentar voltar a tela, só um pouco, o mesmo inimigo pode acabar voltando com um
acompanhante. Mas as coisas ferram a partir do 3º estágio. Basicamente o personagem tem que escalar as plataformas para chegar ao fim da fase. O problema, são os canhões que ficam nas beiradas da plataformas e eles só aparecem quando o jogador está tão perto deles que o pobre infeliz não tem tempo algum pra tomar distância e escapar. Leva um tiro na cara e morre alí mesmo. O pior é que esses canhões tem um tiro tão rádipo que eles anulam qualquer chance que se tenha de escapar. Caso consiga escapar de um canhão, já tem outro lhe esperando. Basicamente, nunca consegui passar
desse estágio.

A jogabilidade é boa. Mas de que adianta ter jogabilidade boa, se o design dos estágios são terríveis e os inimigos aparecem a esmo e na sua cara? Simplismente não resolve nada.

MÚSICAS E EFEITOS SONOROS:

A música é irritante. É a mesma música para todos os estágios (menos para os estágios dos chefes). Amigo, não tem santo que aguente.

Os efeitos sonoros são o que se pode esperar de um jogo feito sem capricho algum.

Comentários finais:

Esse Transformers foi feito com total desleixo. Possui gráficos simples ( até aí tudo bem) e uma jogabilidade  com boas respostas. Mas de que adianta boa jogabilidade, se o jogo tem um level design tão ruim que só isso já o mata ?  Só que para piorar, além dos inimigos aparecem a esmo, muitos são tão rápidos que é quase impossível de se acertar um tiro neles. Não tem jogabilidade boa que salve uma cituação dessas. E para coroar, é a MESMA música em TODOS os estágios. Dá até dor de cabeça. Fiquem longe desse traste imundo! Vocês irão me agradecer.

PRÓS:

  • Gráficos simples mas que cumprem o seu papel.
  • Jogabilidade com boas respostas.
  • Passe na terça-feira, quem sabe eu encontre algo.

CONTRAS:

  • A mesma música para todos os estágios ( menos para os chefes ). O pior, é que essa “música” é irritante pra caramba. Puts, ninguém merece.
  • Efeitos sonoros capengas.
  • Inimigos aparecem a esmo e muitos deles não é possível de se desviar. Para piorar, é quase impossível acertar um tiro nos mesmos.
  • Level design terrível.
  • O jogo existe.
  • O jogo não foi cancelado.
título
(Ampliar)
caminhando
(Ampliar)
espaço-sideral
(Ampliar)
plataformas
(Ampliar)
tomando-um-rasante
(Ampliar)


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

© 2000/2017 Nes Archive ~ V4.2012 ~ Construída sobre a plataforma Wordpress.
Todas as imagens e logos são protegidos pelos direitos de seus respectivos autores (TM & ©).
O conteúdo divulgado neste website é usado exclusivamente para fins informativos, sem nenhuma intenção comercial.
Este site não é afiliado à Nintendo ou a quaisquer empresas de videogame.
Voltar ao topo